Um poema de Emily Dickinson

Tive uma jóia nos meus dedos – E adormeci – Quente era o dia, tédio os ventos – “É minha”, eu disse. Acordo – e os meus honestos dedos (foi-se a Gema) censuro – Uma saudade de Ametista É o que eu possuo. Tradução: Augusto de Campos Anúncios