Louis Vuitton

Fui ver “Sex and the city” no sábado, após o trabalho. Pela primeira vez, deixei a sala antes do fim da sessão. Não exatamente por causa do filme, embora ele seja bem ruim. Também estava meio chateada e isso conta. Para engolir tanta futilidade sem qualquer enredo é preciso estar feliz. Aí você até acha graça da…

Sobre homens e abutres

Achei o trailer de um dos filmes de que mais gosto (perdi a conta de quantas vezes assisti). “Ace in the Hole”, de Billy Wilder, foi exibido no Brasil como “A Montanha dos Sete Abutres”. O que mais curto no Youtube é o que ele guarda em seu baú de quinquilharias.

Um fim de semana bacana

Foto: Adenor Gondim | Divulgação Fomos ver a pré-estréia de “O triste fim de Policarpo Quaresma”, adaptação de Lima Barreto, sexta, na Sala do Coro do TCA. A montagem, dirigida por Luiz Marfuz, traz como protagonista o ator Hilton Cobra, o Cobrinha. Um belo espetáculo teatral. Teve coquetel no foyer depois. Choveu e resolvemos ir…

Movendo a ação

Hoje, graças à generosidade do pessoal do caderno “Cultural”, ganhamos livros na redação. Foi o que chamam de “baciada literária”, a distribuição de alguns exemplares novíssimos e que já foram resenhados. Fiquei com “O Matador”, de Patrícia Melo, em uma edição de bolso da Cia. das Letras, e a coletânea “O Outro Lado”, de Ivan…

Blindness

Vale uma visita ao blog (http://blogdeblindness.blogspot.com/) criado pelo diretor brasileiro Fernando Meirelles (Cidade de Deus) sobre seu novo filme americano, Blindness, baseado em Ensaio sobre a Cegueira, livro do português José Saramago, com Julianne Moore (de Magnólia) no elenco.  No diário virtual, Meirelles comete posts absolutamente confessionais, mas a parte mais bacana são os inúmeros…

Dulce Veiga

Não gostei de “Onde Andará Dulce Veiga?”.  Após 180 minutos de um filme sem ritmo e com péssimas atuações, de Carolina Dieckmann e Eriberto Leão, quase segui o caminho da personagem de Caio Fernando Abreu e desapareci. O Cinema do Museu, no Corredor da Vitória, estava lotado de gays de várias gerações. Do nosso lado,…

Chapter 27

Jared Leto engordou 28 quilos para viver Mark Chapman no cinema. O filme mostra o crime pela ótica do assassino.

A montanha dos Sete Abutres

Comecei a ler “Fama e Anonimato”, de Gay Talese. Ando engatando um livro no outro. Mal terminei “Bar Bodega – Um Crime de Imprensa”, de Carlos Dorneles, e peguei “Aos Meus Amigos”, de Maria Adelaide Amaral. A minissérie é bem melhor. Talese, então… Infelizmente, muita gente boa confunde jornalismo literário com ficção. E de péssima…

Cloverfield

Fui ao cinema hoje, ainda de ressaca da festa de sábado. Acabei assistindo “Cloverfield – Monstro” no Aeroclube. O shopping parecia parte do cenário. Como se a enorme coisa que destrói Manhattan tivesse dado uma passadinha por lá. A insegurança no estacionamento permanece. Escolhemos uma sessão mais cedo, às 15h50, para garantir a luminosidade na saída. “Cloverfield”…

Os meninos de Lençóis

Os meninos de Lençóis é que sabem negociar informação. Por 2 reais, levam você a qualquer canto. Por 20 reais, colocam um mapa da Chapada na sua mão. De volta da viagem, fui ver Chico Cesar no Parque da Cidade (encontrei Fabiana, Franciel e Berna) e, de tarde, assisti ao filme “Meu Nome Não é Johnny”…

O melhor Natal da família Foster-Bernard

E fechando 2007, Jodie Foster finalmente assumiu. Eleita uma das 100 mulheres mais poderosas do mundo do entretenimento, a sisuda atriz dedicou o prêmio publicamente para a produtora Cydney Bernard, com quem vive há 14 anos. O casal tem dois filhos, de 9 e 6 anos, gerados por Jodie.