“O Madame vai junto”

Carnaval esquisito. Adal deu sinal de vida após longo período de sumiço (disse que foi ao Capão e que produziu uma peça de teatro). Na quinta, me chamou para ir com ele, num grupo chamado “Os endiabrados”, todos com chifrinho pisca-pisca e tridente, para “Os mascarados”. Preferi ficar quieta no meu canto. Nos outros dias,…

Jacaré e Saborosa

Corrigi o poema e a memória traiçoeira de menina. Saborosa e Jacaré eram marcas de cachaça mesmo, como Ari Coelho cantou desde o início. Maria Guimarães Sampaio me corrigiu (no romance dela, Rosália não diz que Saborosa e Jacaré eram cervejas, só cita as marcas). E Bernardo Guimarães confirmou, recordando até o aroma da Saborosa:…

Folia

Não me guardei para o Carnaval. Ele passou veloz. Como as mãos dos meliantes nos bolsos de quem vai espremido na pipoca, em busca da carteira ou de dinheiro solto. Em compensação, fui ao Bonfim este ano. E uma baiana de sorriso bonito batizou meus cabelos com alfazema no meio da ladeira da colina sagrada. Políticos passavam em…