Santa Luzia

Fiquei uns dias sem tempo pro Madame. Estou tocando um projeto pessoal e focada 100% nele. Mas o fim de semana é de feriadão e terei folga do trabalho. Cedinho, viajo para Mangue Seco e, de lá, vou para Aracaju. Um lugar chamado Ilha de Santa Luzia. Não conheço, nem sei direito onde fica. Há uma ponte…

 

Uma balada

No dia 10 de novembro, uma terça-feira, à noite, na Tom do Saber (Rio Vermelho).

Este mundo não te pertence, Bandini. O modo rude como afias a faca nos teclados da velha máquina. Sente, Arturo, a voz doce da garçonete, a mexicana de alpercatas sujas. Fumas unos chinos en Madrid? Para viver, é sim, para viver assim, com nada além de palavras. “No hacías otra cosa que escribir”. E sonhar,…

Livros

Poemas na coletânea da editora Global: Roteiros da poesia brasileira anos 2000 (2009) Versos na agenda poética da editora Escrituras (2009)

Fica sentida, não. É noite ainda. Há uma escuridão enorme na porta. Bate. Ouve? Pede para entrar em tua casa. Não abra. Fica quieta enquanto arde, e esta solidão selvagem fecha a passagem para fora. Ah, tudo é breu e brisa na paisagem. Mas o medo evapora. Sente? Fica firme. Paciente. Da tua pele, a…

Uma balada

Chegou via e-mail. Abri o pdf e foi um susto. Praticamente pronto. A data prevista para lançamento é 10 de novembro, horário a ser confirmado, na Tom do Saber (Rio Vermelho). Após sete anos, um novo livro, o segundo. Sairá pela P55, de Claudius Portugal, na coleção Cartas Bahianas. Mais detalhes a qualquer momento em…

Bom, pra mim chega. Não fui talhada pra isso. Na adolescêncida, dava um trabalhão ser depressiva. Rendia maus hábitos e poemas péssimos. Então, vamos logo com isso. Faça o primeiro movimento que vem o resto. Deixe de manha, arribe do canto. Nem tem espaço pra essa conversa. Sei disso e sei daquilo. Mas que importa?…

Quanto custa?

Mercedes Sosa está morta. E não vi o show dela no TCA. Os ingressos estavam caros para mim na época. Não sou de pedir convites à produção. De última, fui tentar comprar e já estavam esgotados. Um dia triste em meu coração. Abaixo, uma das canções de que mais gosto na voz dela, composta por…

Felicidade clandestina

Finalmente concluí a leitura da biografia de Caio Fernando Abreu. Uma biografia diferente, narrada a partir da perspectiva da jornalista Paula Dip, amiga pessoal do escritor. O livro é longo, mas não cansativo, especialmente para quem gosta do cara. Tenho uma edição de Morangos Mofados de 1984, com capa e desenhos de Alex Vallauri. E…