imagem

Mas nem é poesia, é música,
sem cromatismo fake em versos
medidos. Não cabe perguntar
“da sombra daquele beijo”.
Apenas permaneço à escuta.
Há um telefone que toca
tarde da noite, a correspondência
incompleta, fios e ondas sonoras.
Fico em silêncio, consumindo
a sua ausência, consumando
a sua ausência. Vontade de dizer
vem cá, doma essa angústia.
Mas o agora é cinzas, o carnaval se foi.
Fico com velhos leões de circo,
que não rosnam e nem mordem,
antes imploram um pouco de comida.
Já não fugimos para a praia
no meio da semana, energia
raivosa de adolescentes. E nem é,
digo sem mágoa, nem é poesia…

Anúncios

11 comentários Adicione o seu

  1. vejo seus poemas e dá vontade de voltar a escrever versos, te juro
    Que bom, Fátima. BJ

  2. Kátia: sem querer adornar o elogio, digo simplesmente que perdi o fôlego. Amei, amei, amei.
    Oh, Gerana, obrigada.

  3. Érica disse:

    Que lindo!
    Adorei. Bj
    Valeu, todo comentário seu me deixa rindo.

  4. Lidi disse:

    Kátia, adorei. Onde encontro o teu livro de poesias?
    Quero adquirir um! Um beijo.
    Lidi, esse aí é inédito ainda, feito ontem. Mas terei prazer em te dar de presente um livro. Beijão

  5. Lidi disse:

    Oi, Kátia, muito obrigada! Com certeza, irei adorar teu livro. Adoro os teus poemas! P.S: Eu me referi mesmo ao teu livro já publicado. Aqui em Feira não encontro nenhum livro dos meus e-amigos. 😦
    Vai ter seminário aí em agosto!

  6. maria sampaio disse:

    Tá roendo… doendo! Qui nem giló. E você consegue escrever com tanta beleza.
    Obrigada, Maria. BJ

  7. Lidi disse:

    É, Kátia. Eu sou uma das organizadoras deste evento, juntamente com Thiago! Vou aproveitar para comprar os livros que não encontro aqui, sim. Mas, infelizmente, o dia não ficou muito bom para você, não foi? Espero que você possa participar do nosso próximo encontro! Um beijo!
    Poxa, uma pena. A mesa caiu numa segunda de agosto, impossível pra mim. BJ

  8. é lindo isso!
    e os velhos leões de circo aí no meio.
    e nem é poesia…
    Oi, Karina, valeu!

  9. Nílson disse:

    E eu digo: é poesia, suprema poesia. De tirar o fôlego!!! Vou roubar. Bjs.
    Obrigada, Nilson. A casa é sua…

  10. tistu disse:

    Tantas coisas valiosas por aqui!

  11. aeronauta disse:

    poema grandioso, poesia de verdade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s