Vivendo. Levando. Cheia de expectativas em relação a 2009. Voltei ao trabalho ontem feliz da vida. Hoje é o aniversário de minha mãe. Doce, abnegada, companheira de todas as horas, amiga mais verdadeira, parceira em qualquer empreitada. Minha filha de 80 anos. Às vezes, temos nossas brigas, nossas discordâncias (ela é uma escorpiana dominadora). Mas, no geral, somos inseparáveis. E muito parecidas fisicamente. “A tampa e a panela”, dizia meu pai enciumado. No dia 1º de dezembro, seis anos sem ele. Passaram rápido, parece que foi ontem. Tive muita sorte em ter os dois comigo nesta vida. Em ter minha mãe ainda. Ouro de mina.

Anúncios