Vamos sair um dia desses,
por essas ruas antigas.
Sim, a passeio, por essas ruas
de piso cabeça-de-nego,
por essas ruas muito lindas.

Vamos caminhar pela cidade,
sem destino. Sim, por essa cidade
de todos os becos, como anjos
margeando em vôo o azul da Baía
de todos os santos. Sim, vamos

juntos, compondo, com linhas de água
o percurso, pois não quero ficar esperando,
feito Penélope, a chegada de amantes distantes.

Quero mais é partir com você
pelo centro antigo, ver as vitrines
da Politécnica, e os inferninhos
da Carlos Gomes, dar um beijo no poeta na Praça
Castro Alves.

Sim, diga que sim,
que vamos juntos, olhar os casarões
do Santo Antônio, e ficar por ali,
enquanto o sol vai baixando,
e a noite, e tudo, convida.

 

Anúncios