Infância

Fui criada vendo mamãe preparar caruru todo ano. Lembro dela cortando os quiabos em cruz, descascando os camarões e os amendoins, cozinhando quantidades inacreditáveis de galinha no dendê. E das panelas gigantescas no fogo, operando o milagre do vatapá. Os pratos montados depois pareciam obras de arte gastronômicas, oscilando entre o doce e o salgado, com a harmonia das cores dos três feijões combinada ao ocre do acarajé, ao amarelo do abará… Todo ano, em 4 de dezembro, meu pai cumpria promessa a Santa Bárbara. E havia uma imagem dela, bem bonita, clássica, emoldurada e iluminada, em nossa casa. A tradição ficou com minha irmã mais velha, Bárbara, que herdou também o quadro antigo. Recentemente, comprei um igualzinho e pendurei na sala. Juro que meu apartamento ficou bem mais confortável, com cara de infância.

Anúncios

2 comentários Adicione o seu

  1. maria sampaio disse:

    Ê Kátia, que descrição mais linda do caruru. Além da água na boca… meu caruru de infância. Minha mãe (segundo meu pai) só sabia fazer comida de revista. As comadres faziam o caruru de preceito (sem dia certo, minha mãe pagava a Cosminho por tê-la ajudado na construção da casa própria).
    Seu caruru, Kátia, é poesia.
    Maria
    Não é gostoso, demais? E todo mundo muito católico, indo à missa, e cortando quiabos e seguindo os preceitos. Pura Bahia!

  2. Janaina Amado disse:

    Katia, cheguei ao seu blog atraves do de Maria.
    Gostei muito deste texto, envolvente, delicado. Tambem gosto de casa com cara de infancia.
    Oi, Janaína, seja bem-vinda e volte quando quiser. Se tiver blog, deixe a dica pra adicionar na lista de links e visitar. Beijo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s