Compartilhando poesias

Incursão (de Nilson Pedro)

Veio a noite, e o mar
na orla do tempo, foi um dia
frágil que nasceu de dentro
de outro dia frágil, que
aurora tênue, minha nossa
senhora de tudo
que passa.

Anúncios

3 comentários Adicione o seu

  1. aeronauta disse:

    Grande poema e grande poeta: juntos, em círculo, pelo mundo…

  2. nilson disse:

    Gente, como diria o sábio (aquele que fala sobre sabermos receber um presente), isso é bom de ver. Fico grato pelo carinho de vocês. Bjs.

  3. Uma incursão redonda! Nilson precisa botar tudo isto em livro, urgente.
    Também acho, Gerana. Olha só que privilégio, o nosso.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s