Compartilhando poesias

Pensa, Whitman
(Nilson Galvão)

Pensa, Whitman, a poesia triunfou.
O homem só pode viver do que sonha,
e de sonhos é composta toda a trama
que há em volta. Toda maravilha
do mundo.

Calcula, Whitman. Toda a extensão do teu amor
não abarca a extensão do que veio e virá
para além dos teus versos. Mas
o amor, Whitman, foi inventado pela poesia,
e a ela deve tudo. A poesia
triunfou.

(Cara, fiquei sem palavras diante desse poema no Blag. E ainda roubei a foto)

Anúncios

6 comentários Adicione o seu

  1. blag disse:

    Oi, Kátia, muita generosidade sua. Brigado. Quanto à foto, foi roubada tb. Bj.

  2. Tomara que sim, Kátia! Mas não está na programação oficial.
    Beijos,
    Renata

  3. E o poema é lindo mesmo.
    Bjs

  4. Ives Röpke disse:

    O poema é realmente sensacional.

  5. Katia Borges disse:

    O poema de Nilson ganhou pernas e já anda correndo blogs, devidamente creditado. BJ

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s