Inacreditável seria se
em Marte nunca encontrassem
vestígios de água (e só existisse
a humanidade no universo)

Inaceitável, sim, seria
que não existisse em Titã
um lago (ou duvidar
do corpo incorrupto de Santa Bernadete)

Pois absurdo não é crer, mas ser incrédulo
e se achar imune a qualquer mistério
(quando até a Lua abriga muitos mares)

Impossível seria não apostar que, um dia,
qualquer homem poderá banhar-se
no Mar das Chuvas, no Oceano das Tormentas,
no Mar das Serpentes (no Mar da Serenidade)

Anúncios