Arquivo Pessoal

Eu e minhas irmãs, Bárbara e Paula. Adoro essa foto. Foi feita pelo meu cunhado, Marcelo. Todo mundo meio alto e sorridente. Nada demais. As dívidas, as dúvidas de sempre. Só um encontro no meio da semana, sei lá quando, no barzinho da entrada do condomínio. Sequer sai comida decente. Só cerveja gelada e o acarajé da baiana. Mas não tem risco de blitz. Blitz só a dos anos 80, com Evandro Mesquita e Fernanda Abreu. “Eu penso e falo com muitas pessoas, mas parece que eu estou dormindo ainda com você” (O Beijo da Mulher Aranha). Tranqueira musical deliciosa. Enquanto escrevo o post, ouço “Aventura”, de Eduardo Dusek. “Te arrastei, estradas, desertos, botecos abrindo e a gente rindo. Brindando cerveja como se fosse champanhe”.

Anúncios