Tô achando tudo tão chato hoje. Pensei até em criar um outro blog. Criei. Vai morrer, coitado. Blog é que nem tamagochi. Lembra do tamagochi? Era um bichinho virtual que morria se não era alimentado pelo dono. Eu tive um. Também tive fofoletes. Mais de uma. Elas vinham em caixinhas de fósforos. Minha sobrinha de 11 anos me ensinou a baixar músicas na net. Virou mania, vício. Já baixei tanta coisa bacana. Várias canções de Ed Motta. Agora, ando louca por um Ipod. Finalmente, entendo o que faz as pessoas virarem quase autistas com fones. É que tudo é tão chato sem trilha sonora.

Anúncios

2 comentários Adicione o seu

  1. Marcus disse:

    Espere que esta chatice não ameace a integridade do Madame. Ontem fui em um blog que eu visitava sempre, (que era link do meu dia-adia), de um Japa chamado Chorik. Ele tinha diagnóstico de depressão e hipertensão grave, mas sempre irônico e bem-humorado. Tava lá a mensagem que o blog havia sido removido. Não sei se quem matou o blog foi a depressão do Chorik ou o coração matou os dois. Só sei que me fez falta, experimentei um sentimento de perda. Portanto, pode exercitar a vontade o Herodes que habita em você em blogs recém-nascidos mas não se atreva a levantar um dedo contra o Madame.

  2. Vou enfatizar o comentário do Marcus dizendo também: NÃO OUSE LEVANTAR UM DEDO CONTRA O MADAME. Eu passo aqui todo dia, faz parte da minha vida.
    Ah, tem poema do Manuel Anastácio no meu blog!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s