O que fazer, amigos,
quando não há saída
e ainda se precisa agradecer
pelo pão de cada dia?
O que fazer, amigos,
quando o destino nos amarra
numa camisa de força
para que sejamos lúcidos?
Tudo é sempre por alguma coisa.
Sim, é pela casa, ou pelo carro,
é pelas contas, ou pelo mínimo
conforto, o enorme desconforto.
Fecham-se as janelas
e nenhuma porta se abre,
nenhuma via que dê acesso
a algo mais nobre.
“Nunca mais passarei fome”,
grita Scarlet na tela.
E o que fazer, amigos, quando
não é um filme, mas a vida?

Anúncios