Os ratinhos do I Ching

image001.jpg 

O poeta Luís Antonio Cajazeira Ramos ligou pra mim hoje cedo contando um sonho muito especial que ele teve na noite passada. Não posso descrever o sonho dele aqui, claro. Mas envolvia o escritor Lima Trindade, uns ratos listrados e um método incrível de jogar I Ching. Daí recebi, via e-mail, a foto acima, uma montagem, acho, e decidi compartilhar.  Qual o hexagrama que eles estão formando? Arrisco no 8, manter-se unido.

Anúncios

7 comentários Adicione o seu

  1. martha disse:

    Kátia, mandei o email pra Adal hoje. Vamos ver quando irá responder.
    Adorei a foto dos ratinhos. Não saco nada do I Ching, mas aprendi uma coisa com ele: quando a gente não sabe o que fazer, é melhor não fazer nada.
    beijo

    Oi, Marta, o I Ching é meu livro de cabeceira desde 1994, e mudou minha vida em muitos aspectos. Tô vendo se marco uma cerveja com Adal. Vamos ver se rola.

  2. blag disse:

    Pode ser também A preponderância do (s) pequeno (s). Também gosto do I Ching, embora às vezes me pareça um velho chinês de costumes antiquados. Conservador que só. Bj, Nílson.

    Mais que conservador, Nilson, o I Ching é inflexível.

  3. Luis, Lima, ratinhos, no blog de Kátia. E mais: chinês, um velho chinês. Adorei! E precisamos marcar para comer doces na Perini. Iremos Lima, Luis e eu. Podemos contar com você? Comigo só pode ser café, mas garanto a alegria pela via da conversa gostosa. Que tal?
    Para mim, está fechadíssimo, Gerana. Só marcar. Será literalmente delicioso.

  4. Lima Trindade disse:

    Kátia, baby, o engraçado, pelo que o Luís disse, era que os ratinhos sorriam: eram camundongos de Alice!!! Seriam doces como os da foto, trabalhando por uma flor, pelo amor? Eu não consegui imaginar o hexagrama. O Luís disse este era um artíficio que eu usava para ler meu destino, a sorte pelas mãos de um curioso. Mas unicamente os olhos do curioso foram os que viram as posições em que se encontravam os ratinhos. Para mim, a chave está no sonhador. Para o Luís, eu é quem tenho o poder de elucidar.
    Ah, e parabéns pela nova casa!
    Beijão
    Oi, Lima, achei o sonho encantador. Quando vi a foto dos ratinhos não resisti. Bjs.

  5. Luís Antonio, o que sonha disse:

    Senhora Madame K, no sonho eu cheguei à casa de Vivaldo (Lima Trindade), a empregada me fez entrar e sumiu. Enquanto eu aguardava, abri uma caixinha bonita, colorida e fofa, dela saltaram três camundongos listrados de branco e cinza escuro, ainda jovens, pareciam risonhos, eram agitados, corriam atrás de mim. Eu me arrepiava seguidamente e, em fuga, subia e saltava pelos móveis da sala. Vivaldo chegou, mais que risonho, pôs os ratinhos na caixa, me acalmou e me explicou sua técnica com os presságios. Ele nunca joga o I Ching. Aguarda um curioso abrir a caixinha e soltar os ratos. Quando chega em casa, a posição relativa dos três roedores lhe sugere um hexagrama, que guiará seus passos nos próximos dias e meses, até que outro desavisado abra a caixa e instaure novo ciclo em seu destino. No sonho, Vivaldo me garante que não revela a ninguém qual o hexagrama intuído pela visão dos ratos. Além disso, ele afirma que fui o primeiro a quem revelou o método. No dia seguinte joguei o I Ching. Hexagrama inicial: “Adversidade” (47). Mobilidade na segunda linha. Hexagrama final: “Reunião” (45). No dia seguinte, uma amiga-cigana-bruxa-doida-sábia me disse algo parecido e pediu que eu ficasse atento para tudo em minha volta que represente três energias associadas, principalmente as humanas. É isso. O beijo ímpar de sempre.

    Oh, Luís, que sonho divino. Amo o I Ching, meu sábio mestre desde 1994, meu guia diante das atribulações. Analisando os hexagramas que vc citou, pelo livro de Richard Wilhelm, o 47 é opressão/exaustão. Já o 45 é Reunião, a evolução positiva da situação, simbolizando o caminho para vencer a opressão.

  6. Lima Trindade disse:

    wow! Mas que delícias o Luís está nos proporcionando, I Ching, encontros, delírios, interpretações que se somam e, no final, vencem a opressão. Achei o sonho tão valioso, bonito e expressivo que poderia ser um conto do Cortázar. Sonha mais, Luís! Queremos sua poesia.
    Oi, Lima, bacana mesmo é ter você e Luís no meu coments. E aí? Vamos aos doces da Perini?

  7. Rose, a amiga-cigana-bruxa-doida-sábia disse:

    Meu querido amigo Cajazeiras, ontem pela manhã, revelou-me um sonho muito rico em símbolos. Foi assim…Ao entrar na casa de um amigo, destraidamente abriu uma caixinha onde continha três ratos iguais e listrados, os quais foram libertados por ele, que pulavam brincando de forma lúdica e descontraída, porém passavam o sentimento de incomodo ocasionado pela sensação de susto e mistério. Logo após, o dono da casa chegou explicando que os ratinhos formavam uma comunicação oracular do I Ching revelado apenas para a vida dele e que os mantinha prisioneiros até que alguém os libertassem para formarem novos sinais. Naquele momento o sinal que era um hexagrama .
    Os três, em número, simbolizam criatividade, poder e projetos brilhantes, iniciativa realizadora ou a eclosão de um conflito que necessita ser movimentado para haver solução. Ratos de uma mesma tonalidade indicam grupos de três pessoas da mesma energia que envolvem diversos aspectos para o sonhador. Mas o fato do palco desse sonho ser a casa uma outra pessoa, deve revelar que os frutos dessa mobilidade não será para quem sonhou, ele é apenas o responsável pela libertação das energias. Sugere, também, que esse amigo não é capaz de soltar suas sombras, escondendo-as até que surja alguém para libertar-las e indicando os seus novos caminhos.
    Portanto, prestar atenção ao conjunto de três entes, com tato e diplomacia, que estão aprisionados em seus talentos ou em seus conflitos precisando de um agente para libertá-los ou revelar-se.
    Em vista do terceiro pilar ser a eclosão do esboço de algo que está encontrando suporte para continuar sua jornada, vem acompanhado de uma apreensão em relação ao futuro, isso é útil para que haja maturação do processo, para que o sucesso possa acontecer e os resultados dos conflitos se tornem positivos.
    O agente sonhador deve ter cuidado para não se desenergizar, pois ele é intermediário, anjo da guarda, orientador e deve saber equilibrar com precisão as mensagens que estão sendo emitidas através dele para os grupos.
    Cada grupo pode emanar energias diferentes, boas e ruins, a paciência é uma boa posição pois poderá haver ingratidão nesse esforço de intermediário, porém a missão é comunicar o que está oculto, proteger e ajustar, a determinação para isso vem de forças superiores e me parece que sua espiritualidade e sensibilidade está sendo utilizada ou testadas por essas forças, se envolva nessa luz com carinho.
    Caso haja traição e desgaste, não se incomode, faz parte dessa posição de intermediador, devemos ter consciência que o retorno do bem pode vir não apenas da mesma fonte que alimentamos.
    Olha que interpretação rica e bela do sonho dos ratinhos. Adorei.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s