Recebi ontem “Os Seios de Pandora” autografado, presente de Sônia Coutinho. Gosto muitíssimo dela. Estou lendo e adorando a trama e a personagem Dora Diamante, uma jornalista de caderno cultural que acaba caindo na editoria de polícia e descobrindo a vocação investigativa. Fiz a trajetória inversa, comecei no jornalismo como repórter de polícia… Estou em crise. Acho que é a proximidade do aniversário, a chegada aos 40, a adolescência tardia, o fato de Fausto Wolff ter plagiado descaradamente Marconi Leal, o péssimo final de “Paraíso Tropical”, a abstinência do canal Discovery Health, e um livro inteiro travado dentro da cabeça.

Anúncios