A noite inteira, olhei estrelas,
como se esperasse por Bilac,
ou, quem sabe, o condoreiro
vate. Mas nenhum ET na bicicleta,
na bruma espessa, passou na Lua,
e nem São Jorge, santo guerreiro,
inquietou-se. A insônia é minha,
a rua dorme, desprotegida, sob satélites.

Anúncios