Finalmente pus o decodificador da Sky no quarto e ele transformou a TV antiga num rádio de 32 polegadas. Assisto “Zuzu Angel” enquanto ouço música techno. Como sou a rainha da sublimação, faço que nem os infelizes da propaganda do novo Fiesta: sorrio e digo “tudo bem!”. De tardezinha, revi “Bete Balanço” no Canal Brasil….

Joinville é só silêncio e telhados achatadosno Google Earth.Percorro as ruassem tocar o solo,alterno entre céu e terra,e vejo estrelas e lua,do mesmo ângulo em que Mariana as vê agora. O céu de Joinville. Piscis. Austrinus. Grus.Aquarius. Capricórnio.O movimento na ponta dos dedos, o mundo inteiro,objeto, diante dos olhos. Vôoaté Mianmar, Yagoon, os mongestêm os…

Não comerei da alface a verde pétala…

Vou falar, sim, sobre a morte de Taís Grimaldi. Afinal, na próxima sexta, o Brasil vai parar, não por cansaço ou para colocar nariz de palhaço, mas para ver o último capítulo de “Paraíso Tropical”. Eu era criança quando, em “O Astro”, de Janete Clair, o país ficou estatelado diante do assassinato de Salomão Ayala….

E era assim, feriado de semana santa,na ilha de itaparica, eu e minhas amigas, e rock no rádio de pilha, nobre, pobre,tocando sem parar. Nós, as estrelasde um filme barato. Olhe, veja, éWhitesnaker. Vale um vinho na praia.Mais um porre inocente. E jipes de desconhecidos deslizando na areia.Fomos de carona com Peter, que trouxe um…