Dia dos Pais

Meu pai morreu no primeiro dia de dezembro de 2002, quase dois anos após um diagnóstico de câncer de pulmão. Seiscentos e poucos dias de aflição. Ainda lembro do último exame que abri e de como desmontei por dentro. Nunca me senti tão só. Onde foi mesmo que ouvi a frase sobre o mundo tornar-se um lugar assustador quando se perde os pais? Ah, sim, foi num episódio de “Crossing Jordan”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s