Abrigo

Minha infância é um país
destruído, do qual parti em sobressalto,
numa noite sem sonhos.
Estávamos todos acordados,
os colegas de jardim, os vizinhos,
o namorado de 8 anos, seguindo
por ruas desertas, e em ruínas.

Deserdados, e de mãos dadas,
buscamos abrigo seguro, deixando
nossas mãos soltarem-se,
umas das outras. Não sei dos outros,
mas cheguei aturdida
– sem adolescência que desse conta,
do passaporte e da bagagem –
numa outra espécie de vida.

Anúncios

2 comentários Adicione o seu

  1. Maria Muadié disse:

    Que lindo.

  2. Renata Belmonte disse:

    Muito lindo! Bjs!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s