Eu não quero nada, meu,
custo a convencer. Há quem deseje
ardentemente alguma coisa. Não eu,
custo a convencer. Nada é meu alvo,
minha meta, meu querer. Um nada absoluto,
zero a esquerda, branco radiante
da felicidade de não ter.

Anúncios