O animal sem nome

Tenho lido e lido e lido “As Elegias de Duíno” e os “Sonetos de Orpheu”. A ponto de sentir falta deles na rua. Mais uma vez, a leitura me resgata da dor. Feliz, ou infelizmente, é nela que tenho me encontrado ainda a mesma menina que sonha com coisas. Me abrigado seria melhor, já que…

Aqui estou, cantando…

Partiu um navio ainda há poucodeste porto. Que é meu coração,demasiado lusitano?Quem dera o mar,o amar, sem horizontes,o atravessar eternamente,para outro onde,até perder-se na calmaria do nada há.Partir, quem sabe, seja encontrar-se.

São João

Minha avó materna era uma santa de olhos azuis,numa fazenda chamada Santa Luzia, que posseirosinvadiram e virou uma vila, no meio do Sertão.Tenho dois avôs que morreram cegos. Daí meu medo do escuroe meus cuidados com meus olhos. Do avô paternoherdei o gosto pela cozinha e o jeito discreto. Elenem imagina que virou nome de…

Um poema quase conto

Você é meu grande engano, pensei enquanto sorria, assegurando a ela que a febre é mais reação que abandono, e nos amamos tanto e, no fim das contas, pouco importa: Toda doença é só sintoma. Brigamos, enquanto imaginava dizer: Ah, meu amor, meu amorzinho, como posso querer perfeição maior? Mas saí batendo a porta e…

Um uísque e um cachorro

Foi Vinicius quem disse: o uísque é o cachorro engarrafado. Sim, o melhor amigo do homem. Eu ainda prefiro meu poodle mestiço, quentinho e bobo, a espreitar meus movimentos, a qualquer 12 anos com gelo. Meu cachorro custou 120 reais num pet shop. Eu o comprei pouco depois da morte do meu pai, em 2002,…

Janis, Crumb, Cajú e os Hell´s Angels

Sabe aqueles amigos que você cultivou ao longo de duas décadas e nem lembra como conheceu? Como se estivessem juntos desde sempre, você olha pra cara dele de repente e se pergunta: Como será que nasceu esse amor? Pois, com Janis foi assim. Sei lá como ouvi, quando ouvi, pela primeira vez, mas esse vinil…

Salgueiro

Li “Salgueiro” (Civilização Brasileira, 1935/2007), de Lúcio Cardoso, de um só fôlego, sem sequer olhar o relógio. Não sei a que horas adormeci, mas as vivas sensações provocadas pela leitura me fizeram acordar disposta a escrever. O Salgueiro a que se refere o autor em seu segundo livro – O primeiro foi “Maleita”, de 1934…

Fernando Pessoa para começar bem a semana

Ai que prazernão cumprir um dever.Ter um livro para lere não o fazer!Ler é maçada,estudar é nada.O sol doira sem literatura.O rio corre bem ou mal,sem edição original.

Certas canções…

Essa música é muito legal, tema da novela “Vamp”. Tem vezes que você sente saudade de escutar determinada canção? Outro dia me peguei procurando “Caso Você Case”, na voz da Marília Barbosa. Alguém aí lembra dela? Era atriz e cantora, esteve outro dia no programa “Rei Majestade” de Silvio Santos e levou a coroa de…

Só veneno

Um caminho estreito, o corredor que levava ao bar, quase labirinto de degraus na escuridão. Mas aquela mão, que a conduzia escada acima, sempre teve um poder mágico descomunal. De modo que nada demais poderia acontecer. Nada de mal. Ainda que fosse madrugada e o lugar, meio suspeito. Ainda que estivesse muito tonta para compreender….