Insônia

em

A gripe me pegou de jeito esta semana, embora eu tenha conseguido honrar todos os compromissos, incluindo uma ida ao novo shopping. Acabei faltando ao curso da Facom na segunda-feira por causa da febre e dores no corpo. Fui trabalhar todos os dias “na tora”. De manhã, até que dá pra acordar cedo com alguma disposição, mas, à medida que o dia avança, o corpo vai pedindo arrego. Como minha aula vai até às 22h30, podem imaginar como fico depois do intervalo, por volta das 20 horas. Aí acabo mesmo saindo mais cedo. Tenho até dormido cedo. Como convivo com a insônia desde criança, tenho sempre em casa um remédio natureba para pegar no sono no tranco. Às vezes funciona, outras não. Será que a insônia da vida toda tem a ver com a desorientação espacial? E o que dizer de perder toda e qualquer coisa, de ingressos para a “Formidável Família Musical” a um diploma de jornalismo, cuja segunda via custou R$ 80? E de ficar dirigindo com a carteira provisória de motorista durante quatro anos?

Anúncios

5 comentários Adicione o seu

  1. Anonymous disse:

    É, Kátia. Também sofro de insônia desde criança e acredito que a dita cuja tem a ver mesmo com a desorientação espacial: me sinto completamente perdida nesse mundo.
    Adorei a cara nova de seu blog.
    Abraços, Ângela Vilma.

  2. Mônica disse:

    Meus Deus, será que somos todas desorientadas e isones?! Minha mãe me levou ao médico várias vezes na infância, por causa das crises de insônia e nada, nada deu jeito. Ironicamente, quando Sarah era um bebezinho, eu tinha muito sono e não podia dormir, porque ela mamava a noite inteirinha. Boa noite para nós e bons sonhos.

  3. Kátia Borges disse:

    Olha, Mônica e Ângela, nós vamos acabar virando tema de pesquisas médicas…

  4. Marcus disse:

    Suspeito que a madame seja portadora de DDA. Faça este teste neste site a seguir e me diga depois. http://www.tdah.org.br/diag02.php
    Convivo com a insônia há muitos anos e ela me traz o benefício de ter algum tempo na madrugada para me concentrar em alguma coisa. O problema é quando sento numa poltrona e apagam as luzes. Esta combinação em teatro e cinema é fatal para mim. Dormi a metade do espetáculo a Pedra do Reino, e não era por não estar gostando. Recuperei parte do que aconteceu no post de Nilson Pedro, lá no Blag…

  5. Kátia Borges disse:

    Vou fazer o teste agora mesmo!!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s