Por todo o caminho, te levo comigo,
como quem carrega o próprio coração
nas mãos, pulsando. Como quem bebe
um vinho precioso, deixando
que o líquido se espalhe e molhe o rosto.
Por todo o caminho, te levo comigo,
como quem arranca um punhado de mato
e põe no bolso. Te levo comigo,
sobre os ombros, até o alto da mais alta das montanhas.

Anúncios