Vôo

em

Todo pombo, embora doce, é um rato
que voa. Um dia, um deles,
de repente, entrou pela janela do carro,
e ficou, paralisado de medo,
no banco traseiro. Eu também

estava em pânico, chamei Marcelo,
que veio e, com cuidado, recolheu
nas mãos as asas e o bicho inteiro
e pulsante. Apareceram crianças
e cercaram o carro, alegando a posse

da ave. Eu me sentia só,
como quando parto, trêmula, as mãos
grudadas ao volante, num vôo
cego, perdida, pela cidade.

Anúncios

2 comentários Adicione o seu

  1. Celso de Carvalho disse:

    urrú!

    outro dia um bicho sujo desses entrou na caixa do meu ar condicionado. tentei expulsar com uma vassoura e ele tentou me atacar tipo “Os Pássaros”! Ainda bem q temos aquelas redes de proteção pra criança…Depois disso passei a rejeitá-los mais ainda. Ô bicho sujo! Onde tem pombo, tem sujeira!

  2. Kátia Borges disse:

    Agora, imagine um pombo entrando pela janela do seu carro em movimento???

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s