Virou-se de repente para o amigo no cinema e disse com todas as letras o que sentia. Ele apenas sorriu timidamente, enquanto todos faziam psiu, com dedos diante dos lábios. O filme continuava rolando na tela com a luta de trezentos machos. E ela ruminava o vazio. Não podia deixar-se mais naquele reencontro, ao lado dele, em silêncio, distraindo-se na pose. Que fosse amargo, ou doce, que fosse o que fosse. Ele também a queria nos olhos claros, calmo que doía. Saiu do cinema antes que o the end surgisse vitorioso, completamente derrotado.
Anúncios