Um poema

A primeira vez que fitei Teresa, juro,pensei que ela merecia um verso curto, feito por Castro Alves ou Bandeira.E não foi por maldade, asseguro, que reparei primeiro nos joelhose, só depois, no rosto delicado, de porcelana chinesa. Ah, Teresa,cem mil versos jocosos e nadame ficou, de grave, na memória,da tua passagem meteórica entre as estrelas.

Comerciais incríveis (Razões para amar o YouTube)

Propaganda produzida pela ILGA, a maior e mais antiga associação portuguesa de defesa dos direitos de Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transgéneros (LGBT). A idéia da indiferença é muito bacana. Viva a indiferença!

Quadrinhos

Vale a pena visitar a página de André Dahmer, o autor da tirinha acima, um cara talentoso e descomplicado.