Estou escutando PP. Arnold cantando First Cut is the Deepest, de Cat Stevens, hoje Yusulf Islam – ele deixou a carreira no auge e se converteu ao islamismo com esse nome. Eu conhecia três versões da canção. A versão original, de Cat Stevens, e duas outras (de Rod Stewart e de Sheryl Crown, essa mais recente). A de PP é novidade pra mim. Foi a estréia dela em 1967, como cantora, eu nem era nascida. Tem também uma gravação de Linda Ronstadt, mas dessa eu não gostei. O ritmo é acelerado, desfigura a música e tem um corinho de back que vou te contar… O Cat Stevens estava numa praia e quase se afogou no mar. Foi quando jurou mudar de vida que uma onda o lançou na areia. Virou Yusulf. Já PP. Arnold é um mistério pra mim. A releitura dela da canção é belíssima. As imagens só com YouTube na veia para crer. E eu que nasci quando só existia vitrola com agulha ponta de diamante, um luxo, e vinil com capa dupla, na qual a gente escrevia declarações ensandecidade de amor.
Anúncios