Leio blogs de amigos e me admiro: como escrevem.
Longos contos, capítulos de romances, grandes cartas para amigos desconhecidos.
Leio blogs de amigos e me admiro: como escrevem.
Sem desanimar da pena um segundo.
Sem perceber, talvez, que, mesmo à mercê da tecnologia, estamos todos condenados
a tomar da pena algum dia.

Anúncios

1 comentário Adicione o seu

  1. Anonymous disse:

    A dor e a angústia de escrever nunca passam, mas somos todos uns masoquistas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s